Voz X Gripe

 

Canto x Gripe

 

Olá Pessoal!

 

Já fazia algum tempo que não postava algo relacionado com a saúde vocal. Desde o último post sobre o assunto datado do dia 15 de outubro de 2015 que foi o Cuidados com a Voz IV  tratei de abordar temas sobre técnica vocal e também materiais de estudo nos meus posts, mas, como diz o ditado popular; a necessidade faz o sapo pular!

Essa semana tive mais uma vez a magnífica experiência de ficar gripado e, sempre quando pego uma gripe, reflito sobre a mesma pergunta: como melhorar a minha voz quando estou gripado?

Chega o inverno, mudança de temperatura, poluição, efeito estufa e o cansaço do trabalho aliado ao stress do dia a dia fazem o nosso organismo sofrer e com a falta de imunidade suficiente e a gripe chega… Começa, geralmente, com uma dorzinha na garganta, dor no corpo e então coriza, muco, muco, mais muco, muito mais muco… e a voz vai embora! Rouco, ou somente acontece uma “leve” mudança do seu tom da sua voz que fez você se tornar um baixo profundo capaz até de poder dublar o Darth Vader! O mais triste é que você fica incapaz cantar uma oitava sequer! O que fazer? Está travada a batalha!! Voz X Gripe.

Voz x Gripe 2

Compartilho, aqui videos e dicas (muitas caseiras) para fazer nesses dias  e melhorar a sua condição vocal e ajudar você a se recuperar mais rapidamente!

Importante!!

Desde já enfatizo que essas são dicas gerais. Não sou médico e nem tenho a pretensão de sê-lo. A voz é o resultado da combinação de vários músculos e órgãos que são usados como instrumento musical. Cabe ao cantor/cantora, conhecer seu instrumento e achar respostas eficazes para seu caso. Jamais tomem medicamentos antes de consultar um médico especializado.

Uma coisa é a rouquidão causada por processo inflamatório (gripes e resfriados) outra é a rouquidão persistente que pode ser causada por fatores mais graves. Confira o 2º vídeo abaixo.

Dicas:

  1. Tanto na gripe quanto no resfriado o sistema imunológico do corpo trabalha com o intuito de eliminar o vírus e proteger seu sistema vital. A rouquidão aparece pelo excesso de muco ou uma saliva espessa localizada na garganta e nariz com o objetivo de filtrar as impurezas do ar ou o vírus evitando que entrem no pulmão. O resultado é uma camada de muco nas pregas vocais, garganta e cavidades de ressonância fazendo com que a vibração produzida pelas pregas vocais seja dificultada. O resultado é um cansaço pelo esforço dos músculos da voz. A dica é beber muito líquido que fará esse muco de dissolver com mais facilidade. Quanto mais água, menos muco.
  2. Em caso de dor de garganta fazer o famoso “gargarejo” com soro fisiológico ajudará a limpar a garganta e eliminará as placas. O mesmo soro pode ser usado para limpar o nariz o que ajudará na desobstrução das vias respiratórias. Desde já não indico nenhum tipo de medicamento vaso dilatador. Eles são perigosos e viciantes. Cuidado!!
  3. Em casos mais persistentes de muco, dor de garganta e coriza você pode usar uma bacia limpa e encher com água fervente aos poucos. Coloque uma toalha em cima de sua cabeça e, em uma distância segura de queimaduras no rosto, aspire o vapor da água. Isso ajudará a soltar as placas da garganta e a coriza. Esse processo pode ser feito várias vezes por dia até os sintomas desaparecerem.
  4. Poupe sua voz. Evite falar muito. Evite lugares ruidosos que você precise aumentar a intensidade da voz. Tão pouco sussurre, isso também não faz bem a voz. Faça a seguinte comparação: se fosse sua perna que estivesse doendo, você não iria fazer uma corrida, certo? Então, silêncio!
  5. Caro cantor ou cantora, ás vezes teremos a “sorte” de ficarmos gripados, resfriados ou alérgicos na semana de uma apresentação. É uma tristeza! Temos então que avaliar as possibilidades: a voz foi afetada? Quão íntegra ela está? Isso vai depender de uma avaliação pessoal e também profissional honesta. Se a voz estiver rouca mesmo, pense realmente na possibilidade de cancelar a apresentação. Além de você forçar sua voz a qualidade de sua performance estará comprometida caso cante. Pense nisso: Um violão com a corda arrebentada é facilmente consertado, mas infelizmente não temos cordas vocais sobressalentes vendidas nas lojas especializadas… temos que ter disciplina e paciência.

Lembrem-se nosso instrumento está sempre conosco. Não o guardamos em um case após o uso, então tratemos bem dele!

Espero ter ajudado!

Outros vídeos com mais informações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s